quinta-feira, 9 de maio de 2013

Mensagem de uma mãe pra outra (s)

Dia das Mães.
Samara Piveta, 14 anos
E aí? Flores, almoço, roupa, sapatos, bolsa, Ipad, tablet???
Tudo errado. Isso é só o complemento. O que sua mãe mais quer é você, filho ou filha. Não pela metade, não pensando nas dívidas e nos problemas. Mas só dela, ali naquele momento. Pra ela te olhar, te admirar e esquecer que você um dia desobedeceu e chateou ela pra caramba a ponto de arrancar-lhe lágrimas, esquecer a nota baixa, esquecer que você quebrou a vidraça da janela jogando bola, ou tantas outras artes que aprontou.

A gente sabe que dia das mães é todo dia. Mas já que existe um dia específico pra brindar quem deu seu melhor presente _a vida, use e abuse da sua mãe. Conselho? Faz o que ela gosta. Porque de nada adianta você levar sua mãe no melhor restaurante japonês da cidade se ela não suporta peixe cru. Tem mãe que prefere ficar em casa e cozinhar pros filhos, então que assim seja. Se ela vai ficar feliz assim, deixa ela.
Leonardo Piveta, 8 anos

Aproveita a sua mãe, beija, abraça, pede colo. Dê e receba carinho. Se você está meio brigado com ela, tente fazer as pazes. Releve. Pense no dia que ela não vai mais estar aqui entre nós. Sim, esse dia vai chegar você queira ou não. E aí pode ser tarde pra conversar.

Eu desejo de todo coração que você esteja com sua mãe. Eu hoje estou longe fisicamente da minha mãe, e longe dos meus filhos Samara e Leonardo. Mas estamos unidos em nossos corações.

Muita gente me fala "nossa, como você consegue? Eu não conseguiria ficar longe". E eu respondo e explico. Ser mãe é muito mais do que você manter seu filho agarrado a você por ser ciumenta. É um sentimento muito pequeno de egoísmo cumprir essas obrigações de "tem que ficar comigo". Pense no seu filho. O que é melhor pra ele? Talvez o que você gostaria que acontecesse não seja o melhor pra ele nesse momento. Ouça seu filho. Converse. Entenda. É lógico que devemos manter o limite entre mãe e filho, mas seja amiga do seu filho. Seja a pessoa que ele quer contar os segredos, e não aquela que ele tem medo de conversar sobre qualquer assunto.

Pandora Piveta, 2 anos
Respeito é a palavra. Tanto de um lado, quanto de outro. Amar também é dizer não, e compensar ausência com presentes não significa que vai recompensar. 

Valorize cada segundo precioso ao lado da sua mãe, ao lado do seu filho. Aproveite a companhia maravilhosa dessas pessoas que tanto amamos, pois a gente tende a dar mais valor quando perdemos, ou quando estamos longe. Tente não cometer esse erro.

No mais... Simplifique... A vida é simples, a gente que complica!

E seja feliz, tenha um feliz, super feliz Dia das Mães!

2 comentários:

Samara Piveta disse...

Você é a melhor mae do mundo!! s2
TE AMOO sam..

Tatiana Piveta disse...

ooooown!